Jogos eletrônicos

Webnode
10/08/2011 16:03

 

Video game e os  jogos eletronicos não são apenas antiestressante serve tambem como auxilio para tratamento fisioterapico, estimulam o aprendizado leia mais sobre alguns benefícios à saúde proporcionados com a ajuda dos consoles e torne a sua vida mais saudável:

 

·         Melhor visão  - Pesquisadores da Universidade de Rochester, nos EUA, constataram que jogos de tiro em primeira pessoa melhoram a visão. A capacidade do cérebro em prestar atenção em vários eventos simultâneos é aumentada.

·         Melhor coordenação motora - Pesquisa da Universidade de Iowa, nos Estados Unidos, demonstrou que jogar três horas semanais de videogames ajuda cirurgiões a diminuírem as chances de erros em determinados procedimentos médicos. O estudo também informa que os jogos eletrônicos melhoram a coordenação entre olho e mão.(coordenação manu-visual )

·         Equilíbrio - Clinicas que implementaram o Wii para a reabilitação física de pacientes informaram haver uma evolução significativa no equilíbrio. Exercícios com o Wii Sports e Wii Fit podem ser benéficos a pacientes com doença de Parkinson.

·         Cérebro mais eficiente - Um estudo realizado em Albuquerque, no Novo México (EUA), chegou a conclusão de que quem joga Tetris aumenta a eficiência do cérebro, além de aperfeiçoar a coordenação de informações visuais, táteis e auditivas. O teste foi realizado com 26 mulheres que jogaram o game durante 30 minutos diários, no período de três meses.

·         Perda de calorias - O game Wii Fit permite que jogadores se exercitem em diversas atividades físicas como surf, boxe e danças. Os movimentos do jogador são captados por sensores. Outras sugestões são “Dance Dance Revolution” e o “In The Groove”, jogos de dança que se popularizaram entre os adolescentes e tomaram conta dos shopping centers de todo o Brasil.

·         Comprovado por vários cientistas em todo o mundo, o ato de se divertir por meio de games eletrônicos pode trazer à criança uma melhor percepção da realidade, formação de personalidade e até mesmo criatividade.

·         Embora horas de abuso em frente ao computador ou videogame tenham trazido suspeitas de que eles possam causar um decaimento no desempenho do estudo, como principalmente matemática, os games proporcionam um aumento significativo na capacidade de lógica da criança.

·         Nos adultos, para aliviar o stress, jogos não violentos como corrida e aventura são recomendados para diminuir a tensão e manter a pessoa, por instantes, longe de problemas que os venham a perturbar.

 

Mas tudo que é bom também tem o lado ruim,vejam alguns malefícios

Na questão dos malefícios entram todo um distúrbio psicológico como também problemas físicos. Neste caso podemos citar o mau posicionamento em que uma criança ou adolescente possa estar fazendo diante do jogo. Entra também a questão do lesionamento por esforços repetitivos (LER) que no caso dos games, atingem principalmente as mãos devido ao teclado ou joystick. Hã também os problemas psicológicos que de forma geral, podemos citar como problemas decorridos dos games: a irritabilidade, agressividade, infelicidade e principalmente a depressão. Outro sintoma grave, presente em jogos do estilo RPG - onde você necessita manter o seu personagem cada vez mais forte e mais bem posicionado no ranking - é o vício que já vem causando dores de cabeça em países do Oriente. A solução para esse problema foi apelativa e dramática sendo que adolescentes estão sendo internados e recebendo tratamentos de choque para aliviar a vontade de jogar.


Nos Estados Unidos, há vários casos graves decorrentes da influência de jogos violentos. Abaixo segue um trecho de uma história gerada pelos games:

“Os adolescentes William Buckner, de 16 anos, e seu meio irmão Joshua, de 14, armados com um rifle calibre 22, abriram fogo contra os carros que passavam por uma rodovia estadual do Tennessee, nos Estados Unidos, matando um homem e ferindo gravemente uma mulher. Eles confessaram a um juiz que o ato foi praticado sob a inspiração do game Grand Theft Auto(...)A ESA, Associação de Sotwares de Entretenimento, representante da indústria do vídeogame, acusa os pais de irresponsáveis, ‘pois deixam seus filhos levar para casa um games proibidos para menores de 18 anos’. A ESA argumenta ainda que Grand Theft Auto é jogado em países tradicionalmente não-violentos, sugerindo que o game não influi no aumento do índice de criminalidade(...)”

Cabe a cada saber onde é diversão e onde é vício, mas de toda maneira, jogue um pouco para relaxar, mas não tanto a ponto de te atrapalhar em teus estudos ou afazeres diários. 

Voltar