BENEFÍCIOS DA ATIVIDADE FÍSICA NA SAÚDE

06/04/2011 19:21

 

Os principais efeitos benéficos da atividade física e do exercício descritos na literatura são:

Efeitos fisiológicos agudos imediatos - também conhecidos como respostas, são aqueles que acontecem em associação direta a sessão de exercício. Os efeitos agudos imediatos são os que ocorrem nos períodos per e pós-imediato do exercício e podem ser exemplificados pelos aumentos de freqüência cardíaca (FC), ventilação pulmonar e sudorese, habitualmente associados ao esforço.

 

Efeitos fisiológicos agudos tardios - são os efeitos fisiológicos observados ao longo das primeiras 24 horas que se seguem a uma sessão de exercícios e podem ser exemplificados como na discreta redução dos níveis tensionais, especialmente, nos hipertensos, e no aumento do número de receptores de insulina nas membranas das células musculares.

Efeitos fisiológicos crônicos - também denominados como adaptações, são aqueles que resultam da exposição freqüente e regular às sessões de exercícios, representado os aspectos morfofuncionais que diferem um indivíduo fisicamente treinado, de outro sedentário. Dentre os achados mais comuns dos efeitos crônicos dos exercícios físicos estão à hipertrofia muscular e o aumento do consumo máximo de oxigênio.

 

Efeitos antropométricos e neuromusculares:

. Diminuição da gordura corporal
. Incremento da massa muscular
. Incremento da força muscular
. Incremento da densidade óssea
. Fortalecimento do tecido conetivo
. Incremento da flexibilidade

Efeitos metabólicos:

. Aumento do volume sistólico
. Diminuição da freqüência cardíaca em repouso e no trabalho submáximo
. Aumento da potência aeróbica (VO2 máx.) 10-30%
. Aumento da ventilação pulmonar
. Diminuição da pressão arterial
. Melhora do perfil lipídico
. Melhora a sensibilidade a insulina

Efeitos psicológicos:

. Melhora do auto-conceito
. Melhora da auto-estima
. Melhora da imagem corporal
. Diminuição do stress e da ansiedade
. Melhora da tensão muscular e da insônia
. Diminuição do consumo de medicamentos
. Melhora das funções cognitivas e da socialização

Com estes efeitos gerais do exercício tem-se mostrado benefício no controle, tratamento e prevenção de doenças como diabetes, enfermidade cardíaca, hipertensão, arteriosclerose, varizes, enfermidades respiratórias, artrose, artrite, dor crônica e desordens mentais ou psicológicos.

Voltar